Made Design

BLOG

A temperatura do corpo e sua relação com as doenças

A temperatura é um indicador da quantidade de calor existente em um sistema e o ser humano é homeotérmico. O hipotálamo regula nossa temperatura corporal, agindo como um termostato para manter os órgãos internos entre 36,5°C e 37,5°C.

Para o funcionamento normal do corpo humano, é essencial que sua temperatura interna seja mantida em níveis normais.

A Temperatura Baixa ou Hipotermia:

Acontece quando há intensa exposição ao frio, desnutrição, baixa atividade da tireóide, consumo excessivo de bebida alcóolica, doença cardíaca, traumas, procedimentos anestésico-cirúrgicos, etc.

A Temperatura Alta, Hipertermia ou Febre:

É gerada através de infecções por vírus, bactérias, fungos e parasitas, doenças não infecciosas como doenças do sistema nervoso central, neoplásicas, cardiovasculares, reumáticas, hipertireoidismo, etc.

Uma questão importante:

A maioria das pessoas se preocupa com os aumentos de temperatura corporal (febre), mas poucos dão atenção para tendências a temperaturas abaixo do normal (hipotermia).

Efeitos da Hipotermia (temperatura baixa) no nosso organismo:

Conforme Dr. David Jernigan, Fundador do Hansa Center no Kansas, EUA:

“Muito da ênfase da medicina convencional é colocada no tratamento das condições febris; porém, a baixa temperatura corporal pode ser uma condição muito mais ameaçadora. A hipotermia cria um ambiente propício para vírus e infecções crônicas e é um sinal de degeneração e morte celular gradual. O problema é que em indivíduos com baixas temperaturas corporais não existe resposta imune eficaz, não se produz febre e não se pode detectar infecções.”

E ter febre, é bom ou ruim?

Segundo Dr. Samir Rahme (Presidente da Sociedade Brasileira de Médicos Antroposóficos):

“A febre, em princípio, é sempre boa. Ela tem um papel fundamental na dinâmica do nosso sistema imunológico, e isso já foi amplamente reconhecido pela comunidade científica tradicional. A cultura do medo da febre e a tendência de combatê-la rapidamente instalaram-se em nossa sociedade nos últimos 50 anos em virtude de uma grande estratégia de marketing da indústria farmacêutica. Considero esta tendência muito nociva para a nossa saúde.”

A Hipertermia é o processo que utiliza a elevação da temperatura do corpo com propósitos terapêuticos e foi introduzida na Medicina há 2400 anos.

Dê-me o poder de produzir a febre e eu curarei todas as doenças.

Hipócrates, 240 AC

 

Como induzir o aumento da temperatura corporal?

 

  • Chás de ervas quentes (hortelã, gengibre, etc)
  • Alimentos termogênicos (canela, pimenta caiena, gengibre, etc)
  • Submersão em uma banheira de água quente (banho de sobreaquecimento)
  • Exercício físico
  • Saunas
  • Equipamentos que emitem raios infravermelhos, como a Biomat

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (EUA):

“A hipertermia (também chamada terapia térmica ou termoterapia) é um tipo de tratamento do câncer em que o tecido corporal é exposto a altas temperaturas.

Pesquisas tem demonstrado que as altas temperaturas podem danificar e matar as células cancerosas, geralmente com lesão mínima aos tecidos normais.

Muitos estudos mostraram uma redução significativa no tamanho do tumor quando a hipertermia é combinada com outros tratamentos”

RECEBA NOSSAS NOVIDADES

VOLTAR

COMENTÁRIOS

Os comentários contidos aqui são de opnião dos usuários e não reflete a visão da Biomat.